19 pequenas mudanças que você pode fazer em sua casa para tornar a vida mais simples em 2019


01 Jan
01Jan

Tenha histórias incríveis para contar até o final de 2019, não uma bagunça incrível lotando seus armários. Eu sinceramente desejo isso para minha família e para a sua, neste ano que se inicia.


Então, deixe-me começar aqui, perguntando a você ... 


Sua casa lhe serve - ou você serve sua casa?

Sua casa lhe dará o espaço necessário para criar memórias e histórias felizes e saudáveis no próximo ano?


Essas não são perguntas que a maioria de nós se pergunta, mas deveríamos. Afinal de contas, nossas casas são destinadas a servir um propósito distinto em nossas vidas - para ser, tanto o espaço que voltamos, como o espaço que saímos de cada dia. Nossas casas são, em essência, a base de nossas vidas diárias.


Se a sua casa o serve bem, é um porto seguro das tempestades da vida - um espaço para relaxar, descansar e se conectar de maneira significativa com seus entes queridos e amigos. E é uma porta de partida segura quando você está pronto para enfrentar novamente os mares agitados da vida. Uma casa lhe serve melhor quando fornece esses dois benefícios.


Uma casa não lhe serve quando complica sua vida e leva mais do que dá. Quando possuir sua casa (e manter as posses dentro dela) se torna seu foco, você acaba gastando seus recursos limitados e valiosos (tempo, energia, dinheiro) cuidando disso. É quando você sabe que está servindo sua casa. Você está gastando menos tempo vivendo a vida que deseja, porque está gastando mais tempo limpando, mantendo e consertando - e talvez também pagando um financiamento ou aluguel pelo privilégio.


A boa notícia é que não tem que ser assim. É possível viver mais por possuir menos. E essa é a premissa do livro The Minimalist Home de Joshua Becker. É um guia baseado em propósitos para uma vida mais simples, refinada e refinada - uma que garanta que sua casa o atenda, e não o contrário. Ele reconhece que cada um de nós pode amar a casa - a casa - em que vivemos.


Aqui estão 19 mudanças que oferecidas no livro para ajudar a criar uma casa que melhor atenda a você:


01. Entenda bem o que importa, e o que em sua casa está distraindo você do que é importante

 Para a maioria de nós, nossas posses físicas excessivas não nos fazem felizes. Ainda pior, eles estão nos afastando das coisas que fazem. Quando deixamos de lado as coisas que não importam, somos livres para buscar todas as coisas que realmente importam. E, às vezes, minimizar os bens físicos significa que um sonho antigo deve morrer. Mas isso nem sempre é uma coisa ruim. Porque, às vezes, é preciso (mental e emocionalmente) desistir da pessoa que queríamos ser para apreciar plenamente a pessoa em que realmente podemos nos tornar.


02. Remova as decorações que não mais o inspiram 

Só porque alguma coisa te fez feliz no passado não significa que você tem que guardar para sempre. Sua vida seguiu em frente, talvez seja hora da decoração fazer o mesmo. Retire as bugigangas e fotos que já não inspiram você. Ou a decoração que você comprou aquela vez porque estava de férias. Manter apenas os itens que mais significam para você os ajudará a brilhar.


03. Rejeite a falácia da conveniência 

Há certos lugares em nossas casas que costumamos deixar itens por conveniência - uma pilha de DVDs favoritos no canto, eletrodomésticos nos balcões da cozinha, artigos de toalete ao lado da pia do banheiro. Ao deixar essas coisas, pensamos que estamos economizando tempo e simplificando nossas vidas. Essa é a falácia da conveniência. Claro, podemos economizar alguns segundos, mas os outros 99,9% das vezes, esses itens ficam lá, criando uma distração visual. Se você não estiver usando seus itens de conveniência pelo menos 50% do tempo que eles estão fora, mantenha-os em um armário ou gaveta e fora de vista.


04. Distinguir entre simplificar (ou minimizar) e arrumar 

Só porque uma sala é arrumada não significa necessariamente que é organizada ou serve a sua finalidade. A desordem bem organizada ainda é desordem. Nunca organize o que você nem usa e pode facilmente doar para quem quiser.


05. Contabilize o "custo da desordem" 

Pode ser difícil se livrar das coisas em que você gastou muito dinheiro. Mas manter as coisas que você não usa mais também tem um custo - cada objeto carrega um fardo e também um benefício. O fardo ou “custo da desordem” é o dinheiro, tempo, energia e espaço que um objeto exige de você. Se você está com problemas para liberar um item caro que você não usa, ou qualquer item para esse assunto, lembre-se de considerar a proporção entre custo e benefício antes de decidir mantê-la.


06. Libere espaço no armário 

Uma das maiores reclamações que as pessoas têm sobre suas casas é que os armários são muito pequenos. Se você tem pensado que precisa de armários maiores, talvez tudo o que você precise fazer seja ajustar a quantidade de itens / roupas - e seu armário parecerá maior durante a noite.


07. Doe roupas que você não ama 

Depois de organizar seu armário, você encontrará mais espaço e paz todas as manhãs quando se preparar, em vez de enfrentar o estresse e a indecisão. Além disso, doar roupas não usadas para uma instituição de caridade local é uma maneira simples, mas significativa, de ajudar os outros.


08. Descartar duplicatas 

Eu chamo isso de acelerador do minimalismo porque é uma das coisas mais fáceis que você pode fazer para progredir rapidamente. Abra o seu armário de roupa, por exemplo. Quantos travesseiros, lençóis e toalhas extras você realmente precisa? Outros bons candidatos para eliminar duplicatas incluem materiais de limpeza, ferramentas de jardinagem, acessórios de moda, material de escritório em casa, brinquedos, livros e utensílios de cozinha. Mantenha seu favorito em cada categoria - os que você realmente usa - e se livre do resto.


09. Limpe sua mesa de jantar 

A sua mesa de jantar é um depósito para correspondência, mochilas, chaves e outras coisas que estão em processo de ir de um lugar para outro? Em caso afirmativo, é provável que usá-la para uma refeição possa parecer mais trabalho do que vale a pena. Coloque os itens no local onde eles pertencem. Faça da sua mesa um espaço limpo, aberto e convidativo.


10. Convide as pessoas certas para se reunirem na mesa da sala de jantar, sempre que puder

Estas são as pessoas que você gosta, que ama e valoriza você, e que o encorajam a melhorar de maneiras saudáveis e emocionantes. Eles são os que fazem você se sentir mais vivo, e não apenas abraçar quem você é agora, mas também abraçar e incorporar quem você quer ser. O ponto de partida é que seus esforços de organização deram-lhe mais espaço para compartilhar histórias, experiências, abraços e risos com a família, bons amigos e vizinhos próximos. Não se esqueça de fazer valer.


11. Pratique gratidão diariamente 

Pelo menos uma vez por dia, é bom fazer uma pausa em sua busca por uma vida mais simples e organizada, olhar em volta e simplesmente apreciar a vida que você está vivendo atualmente. Como Marc e Angel compartilharam em seu recente bestseller do New York Times: “Olhe ao redor e seja grato agora. Para sua saúde, sua família, seus amigos e sua casa. Nada dura para sempre."


12. Descarte sinais que não vibram sinceramente com seus valores presentes 

Há um caso de uma mulher com um cartaz em sua lavanderia que diz: "É difícil viver na pista rápida quando você está casado com uma lombada." Eu fico com o humor, mas eu me pergunto como a leitura desse sinal todos os dias pode afetá-la abordagem ao seu casamento, mesmo em pequenas formas. Se você colocar palavras em suas paredes, você não quer que elas inspirem você e captem o seu melhor?


13. Acalme um espaço para ler e estar em paz 

Mesmo que você não esteja disposto a organizar uma sala inteira, você pode "acalmar" um espaço. Você acalma um espaço quando minimiza as distrações. Escolha uma cadeira favorita e descarte toda bagunça ao seu redor. Remova qualquer coisa do chão que não seja mobília. Limpe a superfície das mesas laterais ou de uma mesa de café, removendo ou armazenando controles remotos, brinquedos para animais de estimação, brinquedos infantis, itens de hobby, jornais / revistas antigas, correspondências, livros, etc.


14. Limpe sua estante da sala de TV

Esses grandes móveis geralmente abrigam muitos itens pequenos que não são mais necessários. Remova componentes eletrônicos antigos, cabos que você não precisa e jogos que ninguém usa. Livre-se deles, reciclando-os com responsabilidade; organize os dispositivos que você usa em uma exibição agradável aos olhos e esconda seus cabos o máximo possível.


15. Destralhe itens de beleza e higiene 

Não sei quão grande é o seu banheiro, mas livre-se da desordem e garanto que parecerá mais espaçoso e tranquilo. Esvazie os armários e as gavetas. Separe acessórios de beleza (secador de cabelo, ferro de modelar, protetores, etc.) de suprimentos (maquiagem, creme, loção pós-barba, etc.). Elimine duplicados, jogue fora tudo o que estiver quebrado, antigo ou vencido e elimine itens que já não utiliza. Em seguida, higienize suas caixas organizadoras e guarde apenas o que você vai manter.


16. Enfrente a gaveta de bugiganga 

A maioria de nós tem um. É o lugar de descanso padrão para itens pequenos que não têm lugar melhor para estar. Ou para coisas que achamos que podem ter algum uso, mas não podemos mais lembrar o que é. As chances são boas que você pode jogar fora a maior parte do que está lá e nunca sentir falta.


17. Livre-se do quarto de bagunça 

Um quarto de visitas, por exemplo, não está servindo bem se não estiver servindo ao seu propósito, que é abrigar suas visitas. Ou o quarto de serviço, muitas vezes utilizado para guardar ferramentas. Isso não quer dizer que há algo errado em usar o ambiente para armazenamento, mas é perigoso ir longe demais com isso - e muitos de nós o fazem. Livre-se de todos os candidatos óbvios para organização - equipamentos não utilizados, ferramentas duplicadas, brinquedos antigos, etc.


18. Defina limites físicos para seus filhos 

Dê aos seus filhos uma certa quantidade de espaço e permita que eles administrem como quiserem. Por exemplo, no closet dos clientes sempre deixamos um nicho ou uma prateleira livre para as crianças guardarem seus itens da melhor forma que faça sentido para elas. Quando as coisas começam a transbordar, os filhos devem tomar decisões sobre o que manter e o que descartar. 


19. Deixe espaço entre tudo o que você faz em sua casa também

Tenha um pouco mais de espaço entre suas tarefas e obrigações pessoais. Faça uma pausa para alongar-se, dê uma pequena caminhada lá fora, beba um copo de água, ou talvez faça alguns exercícios simples de respiração profunda. Aproveite o espaço (emocional e físico) que você criou para si mesmo em sua casa e respire. Lembre-se: seu objetivo principal é viver uma vida organizada pela maioria das coisas com as quais as pessoas preenchem suas vidas, deixando-o com espaço para o que realmente importa. Uma vida que não é uma ocupação constante, pressa e estresse, mas sim contemplação deliberada, criação e conexão com pessoas e atividades que você ama.


Você pode não conseguir fazer todos os 19, mas que tal dois ou três para começar 2019? Uma casa que lhe serve bem no ano que se inicia é uma coisa maravilhosa! É menos perturbador e mais calmante, o que faz com que seja uma alegria voltar e um lugar inspirador ao sair. Não espere mais para ter uma casa que dê mais do que o necessário.


Agora é sua vez…

Eu adoraria ouvir de você na seção de comentários!


Que parte da sua casa precisa de um pouco de simplificação em 2019?


(Texto adaptado de Joshua Becker, autor de The Minimalist Home)

Comentários
* O e-mail não será publicado no site.